quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

1 comentário:

  1. Estimados e sempre bons amigos.
    Não sou natural das Mós.
    Mas desde o primeiro dia em que aí fui (talvez há 35 anos) ainda em tempos de andar de lanterna na rua e ter velas e candeeiros a petróleo em casa dos avós de minha Esposa e ter de aquecer água em panela ao lume para banho dar a meus filhos fiquei apaixonado pela terra pelas pessoas pelo ambiente por toda a pureza que nessa Aldeia se respira ao ponto de ter conseguido ter nas Mós uma pequena casa para onde vou sempre que me é possível.
    E como os anos de conhecimento das Mós são já alguns gostaria muito que se dignassem aceitar-me como associado da vossa Instituição para o que rogo se dignem enviar-me todos os elementos necessários para o efeito.
    Certo sem dúvidas graças à vossa generosidade que não deixarão de atender e aceitar este meu pedido fico então esperando por vossa breve resposta a qual poderá ser dada por
    reis.manuel@sapo.pt
    Bem hajam e até breve.
    Manuel Reis.

    ResponderEliminar